sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

CANTO DA LEITURA

-->




Canto da leitura, como organizar? Qual a importância do canto da leitura? O que colocar no canto da leitura?  As crianças aprendem com a leitura? Por que ler?



  •   Organizar livros,  gibis,  revistas,  encartes de mercado, jornal, enciclopédia, dicionário, livro  de receitas culinárias,  calendário,  cartazes,  imagens, desenhos...  É possível usar uma estante  na altura da  criança ou improvisar caixotes de madeira,  prateleira.  Pode deixar   o  cantinho  aconchegante,   com almofadas,  tapetes  simples  ou  com  E.V.A. temático, com letras do alfabeto, animais ou números.
  •   A criança escolhe o que deseja “ler” ou o adulto seleciona e faz a leitura. Com bebês pode ler e ir mostrando as imagens para que o mesmo possa acompanhar.
  •     A criança pode solicitar ao adulto que leia trechos do jornal, receita culinária, o que está    no cartaz. Procurar no dicionário ou enciclopédia alguma curiosidade que tenha visto na rua, na televisão ou ouvido alguém comentar.

  •    Se possível trocar livros com alguns coleguinhas, fazer indicação contando para o amigo porque gostou daquele livro ou porque o colega quer emprestar tal livro; do que fala a história, qual é o assunto, quem é o escritor, é engraçada, triste, contos de fadas, de bruxa, pirata,...

  •    O adulto pode pedir para a criança recontar a história que mais gostou, mudar o final, e se o príncipe não tivesse chegado como ficaria a bela adormecida? E se a floresta em que João e Maria se perderam fosse uma cidade cheia de prédios e casas, eles iriam se perder também?

  •   Fantoches, dedoches, brinquedos apropriados para bebês, CDs de músicas infantis, bichinhos de pelúcia antialérgicos, usados na contação de histórias.


segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

APRENDER BRINCANDO

-->




Aprende-se brincando na educação? Criança aprende brincando?  Brincar é coisa séria? É importante brincar? Brincar traz conhecimento? 



Aprender brincando: é no mundo do faz de conta que a criança aprende, interage com os objetos e com o ambiente no qual está inserida. Aprende brincando pois ela é um pequeno cientista que faz experimentos e pesquisas o tempo todo.
Usa sua imaginação e aprende brincando ao entrar numa caixa de papelão e diz que está num barco, carro ou trem. Com os brinquedos tradicionais, como bonecas, carrinhos e outros; faz de conta que são filhos, papai, mamãe, motorista, pirata, princesa... 
Aprende brincando e traz a tona seus conhecimentos já adquiridos na família, com os amigos, na escola... Amplia seu universo com essas brincadeiras simbólicas. Fantasia e realidade se misturam nesses momentos tão importantes para a formação dos pequenos. 
Sem pensar no assunto eles aprendem e desenvolvem saberes nas diferentes áreas do conhecimento; transformações científicas e matemática quando ajudam o adulto a fazer uma receita de bolo, pão, gelatina. Ao lidar com calendário, relógio, cantigas, distribuir a água de uma garrafa para copinhos. 
Explora a linguagem verbal; aprende brincando ao recontar uma história, canta, imita personagens conhecidas, finge que está lendo ou escrevendo mesmo quando ainda não sabe. 
Expressa-se com movimentos do seu corpo, faz caretas, pula, corre, ri, chora... Gosta de experimentar materiais para desenhos, pinturas, colagens, dramatização, maquiagem, desfile de fantasias. 

Adquire hábitos e costumes culturais, além de compreender e usar regras da sociedade no convívio com a família, amigos e a escola.